Ev 13- A Cura do Filho do Herodiano PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

 

     

 

 

Introdução: -Luiz Claudio Barsoteli

Narração: -Samuel Chaves

Música Incidental: Jesus , Joy of Man's Desire

 

O EVANGELHO DE JESUS:    EPISÓDIO13 :   ”A Cura do Filho de um Oficial  de  , Herodes”

(baseado no evangelho segundo João capítulo 4:43-54)

E dois dias depois partiu dali, e foi para a Galiléia.Porque Jesus mesmo testificou que um profeta não tem honra na sua própria pátria.Chegando, pois, à Galiléia, os galileus o receberam, vistas todas as coisas que fizera em Jerusalém, no dia da festa; porque também eles tinham ido à festa. Segunda vez foi Jesus a Caná da Galiléia, onde da água fizera vinho. E havia ali um nobre, cujo filho estava enfermo em Cafarnaum.Ouvindo este que Jesus vinha da Judéia para a Galiléia, foi ter com ele, e rogou-lhe que descesse, e curasse o seu filho, porque já estava à morte.Então Jesus lhe disse: Se não virdes sinais e milagres, não crereis.

 

Disse-lhe o nobre: Senhor, desce, antes que meu filho morra.Disse-lhe Jesus: Vai, o teu filho vive. E o homem creu na palavra que Jesus lhe disse, e partiu.E descendo ele logo, saíram-lhe ao encontro os seus servos, e lhe anunciaram, dizendo: O teu filho vive.Perguntou-lhes, pois, a que hora se achara melhor. E disseram-lhe: Ontem às sete horas a febre o deixou.Entendeu, pois, o pai que era aquela hora a mesma em que Jesus lhe disse: O teu filho vive; e creu ele, e toda a sua casa.Jesus fez este segundo milagre, quando ia da Judéia para a Galiléia.

 

COMENTÁRIOS: O cenário  na Galiléia desta época era complicado de ser entendido pelos súditos do tetrarca Herodes Antipas , que viam uma profunda contradição em seu governante, que se dizia defensor do judaísmo, ao mesmo tempo em que se permitia deslizes inaceitáveis pelas leis mosaicas.

Herodes, que numa viagem ao Roma ,no ano de 21 ou 22 da era comum , se apaixonara pela esposa de seu meio-irmão ,o deserdado Herodes Felipe , via-se numa desesperada paixão por casar-se com ela, Herodíades ,neta de Herodes , o grande. Como se percebe o casamento de Herodes Antipas com sua sobrinha , na casa dos quarenta anos, dependia do divórcio de seu irmão. A ambiciosa Herodíades , por sua vez, só aceitaria o casamento na condição de ser a única esposa real . Herodes Antipas , de tão apaixonado, cede  à condição, livrando-se ,por sua vez de sua esposa Fasaélia, filha do rei dos nabateus árabes, o rei Filopátris. Não se divorcia dela ,pelo contrário , a manda para residir no palácio de Maqueronte, no Sul da Peréia , margem oriental do Mar Morto. Temendo por sua própria segurança ,Fasaélia decide juntar-se a seu pai, que através de espiões descobre no “novo casamento “ de Herodes. Esta injúria não ficaria sem resposta no futuro...

Herodes, ao saber que o profeta batista se encontrava pela Galiléia , ao redor do ano 30 da era comum , resolve interroga-lo e conhecer seus ensinamentos. Porém João, semelhante a Elias , que se opôs à influência pagã de Jezebel , rainha do Norte , denuncia  o adultério (pois Herodes desposou a mulher de seu irmão que ainda era vivo). Embora fossem comuns os casamentos entre membros de uma mesma família , a lei mosaica condenava o casamento com a cunhada, a não ser que o irmão tivesse morrido e sem deixar descendência...o que não era o caso.

Herodes, que tinha conhecimento do fervor em torno do profeta batizador , que sabia que João era visitado por gente do povo, sacerdotes, coletores de impostos, soldados e membros de sua administração governamental , sentindo-se acuado pelo medo de traição de sua própria sombra  e de uma revolta popular contra seu estilo de vida e forma de governar, manda prender a João , e trancafiá-lo  na prisão do palácio em Maqueronte ...Era o começo do fim  da voz que clama no deserto.

Com a prisão de João , todos ficam sabendo que destino o aguardaria. O amado mestre Jesus ,que tinha uma mensagem muito parecida com a do respeitado profeta, faz sua pregação intinerante em direção à Galiléia , passando pela Samaria , onde a pedido do povo samaritano pernoita por dois dias.

Na manhã do terceiro dia , de volta à rotina , percebe que o povo o acolhe com entusiasmo por onde passa, pois a sua fama  de curador gratuito , sábio e rabino ,o precede aonde quer que vá. Antes de chegar à cidade de Cafarnaum, onde Pedro e André residiam , retorna à cidade onde ocorrera seu primeiro milagre: Caná .Talvez lá reencontre seus amigos que haviam se casado numa inesquecível festa ou para a residência de Nathanael. Mas é ali onde ocorre um fenômeno inusitado . Um  oficial palaciano de Herodes  Antipas ( chamado de “rei Herodes” apenas por bajulação) o procura vindo de Cafarnaum( distante 33 quilômetros ) , enfrenta íngreme subida até Caná , onde solicita-lhe , sem rodeios , que cure seu filho que se achava enfermo.

Escavações arqueológicas, realizadas a leste, revelaram a existência de um campo de mercenários pagãos, cujas casas  eram muito mais confortáveis que as simples casas dos pescadores, provida de   banheiro estilo romano.Os indícios demonstram que era abastado o suficiente para ter servos . Porém , em nome do amor que sentia pelo filho ou pelo servo ( já que  a expressão em grego utilizada no evangelho permite as duas colocações) , simbolicamente  sai do nível em que se encontra e sobe até Caná , onde estava o Mestre...era um candidato à ascensão. Dependia de seu desprendimento e de seu desejo de crescer. Embora de uso incomum na Palestina , o cavalo poderia ser utilizado como meio de rápido transporte. Ele suplica que o doce rabib desça da aldeia de Caná e dirija-se para  a plana Carfarnaum , a fim de obter a cura para seu filho amado.

Neste momento , mais uma vez, percebemos a nítida distinção que o amado Mestre Jesus faz entre a fé  dos sentidos ( aquela que exige “ver para crer”) e a fé verdadeira (“crer para ver”).

-“Se porventura , não virdes os sinais e prodígios, de modo algum acreditareis”...

Embora desejasse ardentemente entender o pensamento do meigo galileu , o oficial não dispunha de equilíbrio e consciência desperta o suficiente para prestar atenção no que dizia  uma consciência superior e iluminada...Sua única preocupação era com seu “aqui-agora-e-já”...

O lamento do Mestre Nazareno transparece  a compreensão de quem entende nossa limitação de nos libertarmos das aparentes dificuldades e perigos ao veículo físico corporal ( instrumento do espírito e não senhor deste) .Os homens, confundindo-se com seus corpos , sofrem desnecessariamente a doença do apego. A ilusão consumirá nosso tempo e nossa alma e a ignorância nos cegará  até o dia em que decididamente desejarmos nos libertar elo a elo destas correntes  erguidas por nossa própria vontade.

O oficial ,ansioso , então quase sem pensar , interrompe qualquer explicação adicional do mestre:

-“Desce Mestre , antes que meu filho morra.” ...Cheio de compaixão , o Mestre Amado determina carismática e  imperativamente :- “Vai...Teu Filho vive.”

Não havia a menor dúvida na voz do mestre Jesus...e este oficial teve plena certeza naquele instante. Tão convicto estava  que se pôs a descer sem ao menos agradecer... Mas à medida que se afastava da fonte da Luz Crística , as suas escuridões mentais e emocionais  tomaram lugar , voltando-lhe angustiosa expectativa. Somos inconstantes em nossa fé ...falta-nos real convicção daquilo que acreditamos ou do que sabemos.

Já descia ele quando seus servos  lhe vieram ao encontro , dizendo-lhe que seu filho vivia. Nesta hora  do encontro da fé com a dúvida , ele resolve perguntar a que hora aconteceu este fato. Seus servos lhe garantiram que foi à sétima hora ( 13 horas em nossa ultura) de ontem (o dia para o judeu termina às 18 horas).Neste momento talvez uma mistura de  alegria (pela saúde do servo) e de tristeza (pela dúvida das palavras do Mestre Jesus) invade a tela mental do oficial...Porém neste momento, ele teve a certeza absoluta e experimental.Daí por diante , não apenas o oficial , mas toda a  sua casa ,converteram-se na convicção de que Deus tinha mandado um mensageiro aos Homens...um novo dia estava raiando para a humanidade...Estaríamos dispostos a subir  até o mestre?

 

.........................................................

Não deixe  de compartilhar com seus amigos das redes sociais nosso  áudio-projeto “ O Evangelho Comentado de Jesus”. Aproveite e ouça também os episódios anteriores . Você vai gostar.Pode Acreditar!

 

 

 

 
Joomla SEO by AceSEF