Pod Acreditar 05 - Perda de Pessoas Amadas PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

 
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

   
   
 
   
   
 

Quando a morte vem ceifar em vossas famílias, levando sem consideração os jovens em lugar dos velhos, dizeis freqüentemente:

“Deus não é justo, pois sacrifica o que está forte e com o futuro pela frente, para conservar os que já viveram longos anos,

carregados de decepções: leva os que são úteis e deixa os que não servem para nada mais; fere um coração de mãe,

privando-o da inocente criatura que era toda a sua alegria”...

Estaríamos certos em pensar assim?

No podcast de hoje , investigaremos porque existem as mortes prematuras...

 
    Veja Também:

-Nazareno Feitosa  apresenta "Perda de Pessoas Amadas"

-Raul Teixeira apresenta "Vida Após a Morte" 

-Divaldo Franco apresenta "O Fenômeno da Morte"

-Transição:Perda de Entes Amados

 

CRÉDITOS 

1-Introdução : Luiz Claudio Barsoteli (Grupo Ame in “Acreditar”)

2-Correio Fraterno :Luiz Claudio Barsoteli ( Stan Getz in “O Pato”)**

3-Música : Pe Zezinho in “Brigar com Deus”

4-Perda de Pessoas Amadas: Claudio Vox (Cannon in D minor by Pachelbell)*

5-Música : Grupo Ame in “Súplica a Jesus”

6-Conheça o Acervo Espírita em www.acervoespirita.com.br

7-Chegadas e Partidas com Patrícia Souza ( Taylor Davis in “Braveheart”)**

8-Música : Elba Ramalho e Milton Nascimento in “Encontros e Despedidas”

9-Conheça as Rádios e Tvs Espíritas (Claudio Vox)

10- Histórias Comentadas do Irmão X( “A Caridade Maior”): Samuel Chaves  (Accoustic Alchemy in Jamaica Heart Beat)

11-Música :Grupo Pazear in “Elevar”

12-Conheça Outros Podcasts (Claudio Vox)

13-Histórias de Sabedoria (“A Semente de Mostarda” :Samuel Chaves(Zen and  The Art of Reflection in Reflections in the Pond)

14-Música:Grupo Fé  in “Se Você Não Pensar Além “

15-Procure no Site da Federação Espírita do Estado do Ceará

16-Música :Paula Toller in “Oito Anos”

17-Compartilhe Este Podcast(Claudio Vox)

18-O Evagelho de Jesus:Os Primeiros Discípulos (Samuel Chaves )

19-Música: Anjos de Resgate in “ Ninguém Te Ama Como Eu”

20-Mensagem : Parentes Difíceis (Kátia Lobo / Taylor Davis in Jurassic Park Theme)

21-Despedida : Claudio Vox /Grupo Ame in “Acreditar”

*O Evangelho Segundo o Espiritismo

**Equipe TerraEspiritual.Org

-Luiz Claudio Barsoteli

-Samuel Chaves

-Claudio Vox

-Patrícia Souza

 ALGUNS TEXTOS VEICULADOS NO EPISÓDIO DE HOJE

Terra Espiritual.Org - Podcast 005....Perda de Pessoas Amadas...             

                “O Corpo é apenas uma veste que se rasga...

Correio Fraterno...Desta Vez quem manda o email e ganha o livro “Agenda Cristã” pelo espírito André Luiz , e psicografia pelo querido médium Chico Xavier , é a irmã Maria Ignez de Erechim, no Rio grande do Sul, “ tchê”! Ela conta que no intervalo  de menos de um ano sofreu o abalo de perder por acidente de carro seu marido e seu filho primogênito. Ela pede explicações que a possam consolar e a deixar esperançosa , pois a vida não tem o mesmo brilho e sabor.

Em primeiro lugar. gostaríamos de prestar solidariedade neste momento doloroso e dizer que estamos do seu lado com o nosso ombro amigo. O anjo da morte já visitou nossas casas e libertou do corpo de carne alguns de nossos entes queridos. E assim sentimos o quanto você está se sentindo...

Em segundo lugar,gostaríamos de lembrar o fato de que desde a hora de nosso primeiro suspiro , somos condicionados a viver no mundo da matéria como se ela fosse a única realidade e não uma opção ao espírito imortal de desenvolver em si os fantásticos  poderes latentes de amar, compreender, trabalhar, perdoar , renunciar, e servir. Assim como eu e você, como o vento que sopra onde quer mas ninguém sabe de onde vem e nem para onde vai , este espírito imortal  vem de vidas passadas subindo os infinitos degraus do acumulo de experiências e amadurecimento e se direciona para os degraus superiores em busca de sabedoria e plenitude. Algumas vezes , seja por ignorância , curiosidade ou rebeldia, este espírito estagia mais demoradamente  num destes milhares de degraus...porém , a fome e sede de paz de espírito o motivará em sua jornada  para frente e para cima em direção à Luz Infinita do Pai Celeste. Logo , entenda que este espírito imortal necessita de um corpo de carne para  interagir num cenário que desafie seus desejos, seus apegos, sua vontade e seu discernimento. E este corpo de carne reside num lindo planetinha azul chamado por nós de Terra e que bilhões de espíritos encarnados num corpo material vivem , convivem, cooperam ou disputam oportunidades de busca de prazer ou de fugir da dor...É portanto natural que nosso corpo mortal ,no teatro da existência , esteja sujeito às probabilidades negativas deste mundo-palco que envolvem fome, doenças , acidentes ,separações de forma bruscas. Porém , embora os encarnados não consigam mais ver, ouvir, cheirar, tocar e afagar seus entes amados, estes continuam a existir numa outra dimensão, sem perder nenhuma de suas capacidades e memórias. A Vida Maior , apresenta um desafio novo para os que ficam e para os que vão na viagem: a confiança do reencontro...

Em terceiro lugar, é fundamental  desafogar a angústia da separação súbita nas lágrimas da saudade é normal e compreensível e saudável .Ainda estamos num estágio onde o apego é muito forte. Sentimos mais dor por nossa perda ,por nossa  dor do que pela libertação daqueles a quem amamos, que agora foram chamados de volta à casa do Pai Celeste. Porém desafogar nossa tristeza , angústia e revolta contra o Pai Celeste em nada ajuda...só piora as coisas. Nosso Amado Criador não é apenas o Pai Celeste...também tem o coração de mãe e sabe da nossa dor. Mas nem Ele pode interferir no nosso livre arbítrio e no destino que vamos construindo individualmente e em coletividade .O Amado Pai sabe que nosso passado estamos  comprometidos uns com os outros , com nossos destinos cruzados e que deveremos  nos encontrar e reconciliar uns com os outros até pagarmos o último centavo com a Lei de Deus. Revoltar-se ou “brigar com Deus” , em nada ajuda , pelo contrário , afasta o ombro amigo e consolador. Nosso Pai Celeste , nos enviou o Mestre Jesus para nos demonstrar e provar que a morte é uma ilusão e que o corpo de carne é apenas um instrumento para nossa manifestação , interação , vivência e convivência...mas tem um prazo de validade. Pelo estudo da Doutrina Espírita, matamos o medo da morte,e aprendemos a transcender a saudade da separação...

Em quarto lugar, a vida continua dos dois lados . Os que partiram , serão aconchegados pelos amigos e familiares que partiram antes. Dessa forma darão seguimento do outro lado à preparação para a próxima jornada na vida carnal. E os que aqui ficaram , são convidados pela vida a retirar o luto e pesar do coração e da face, para  se entregar a objetivos superiores, aprendendo a amar, compreender e servir a crianças , jovens e idosos  desafortunados por misérias , doenças , abandonos. Há amor  dentro de nosso peito , suficiente para alastrarmos nosso campo de ação. Dessa forma prestaremos homenagens aos que partiram , que do invisível torcem por nossa melhoria, e ao mesmo tempo ganharemos condições para reencontrá-los e abraça-los  durante o sono do corpo físico...

Em quinto lugar, quantos filhos, parentes e amigos... quantos projetos esperam por nós  e nossa boa vontade e higiene mental. Por mais que não pareça , somos todos de extrema utilidade no universo. Tanto é verdade que Deus nos criou com amor e carinho. É necessário nos armarmos com a coragem ,fé e bom ânimo ...pois do contrário atrairemos as forças das trevas e suas sugestões nocivas e depressivas para nos derrubar e massacrar , fazendo-nos perecer em desgosto da vida , encontrando a nossa própria morte em condições nefastas , nos fazendo sofrer do outro lado da vida... afastando ainda mais dos que nos precederam na grande viagem.

Por isso , mana Maria Ignez, vamos utilizar nosso tempo de vida em utilidades e auto-aperfeiçoamento. Há milhões de criaturas humanas que apresentam conflitos, dores e sofrimentos e permanecem  de bom ânimo , apesar de suas perdas, produzindo um acréscimo de sabedoria e discernimento. Neste mundo de bilhões de seres encarnados , há milhões de seres  humanos necessitados de um sorriso, seu abraço ou apenas de sua atenção fraternal. Use seu tempo para se tornar a mãe ,a irmã ou a esposa dos necessitados. Trate sua dor esquecendo-se dela em favor de outros bem mais necessitados...estude a Doutrina Espírita e ganhe força e ânimo para crescer mais e mais  , até que o reencontro na grande vida  aconteça.No próximo bloco,veremos mais sobre a “Perda dos Entes Amados” você vai gostar pode Acreditar!

 

PERDA DE PESSOAS AMADAS

Quando a morte vem ceifar em vossas famílias, levando sem consideração os jovens em lugar dos velhos, dizeis freqüentemente: “Deus não é justo, pois sacrifica o que está forte e com o futuro pela frente, para conservar os que já viveram longos anos, carregados de decepções: leva os que são úteis e deixa os que não servem para nada mais; fere um coração de mãe, privando-o da inocente criatura que era toda a sua alegria”.

            Criaturas humanas, são nisto que tendes necessidades de vos elevar, para compreender que o bem está muitas vezes onde pensais ver a cega fatalidade. Por que medir a justiça divina pela medida da vossa? Podeis pensar que o Senhor dos Mundos queira, por um simples capricho, infligir-vos penas cruéis? Nada se faz sem uma finalidade inteligente, e tudo o que acontece tem a sua razão de ser. Se perscrutásseis melhor todas as dores que vos atingem, sempre encontraria nela a razão divina, razão regeneradora, e vossos miseráveis interesses representariam umas considerações secundárias, que relegaríeis ao último plano.

            Acreditai no que vos digo: a morte é preferível, mesmo numa encarnação de vinte anos, a esses desregramentos vergonhosos que desolam as famílias respeitáveis, ferem um coração de mãe, e fazem branquear antes do tempo os cabelos dos pais. A morte prematura é quase sempre um grande benefício, que Deus concede ao que se vai, sendo assim preservado das misérias da vida, ou das seduções que poderiam arrastá-lo à perdição. Aquele que morre na flor da idade não é uma vítima da fatalidade, pois Deus julga que não lhe será útil permanecer maior tempo na Terra.

            É uma terrível desgraça, dizeis, que uma vida tão cheia de esperanças seja cortada tão cedo! Mas de que esperanças querem falar? Das esperanças da Terra onde aquele que se foi poderia brilhar, fazer sua carreira e sua fortuna? Sempre essa visão estreita, que não consegue elevar-se acima da matéria! Sabeis qual teria sido a sorte dessa vida tão cheia de esperanças, segundo entendeis? Quem vos diz que ela não poderia estar carregada de amarguras? Considerais como nada as esperanças da vida futura, preferindo as da vida efêmera que arrastais pela Terra? Pensais, então, que mais vale um lugar entre os homens que entre os Espíritos bem-aventurados?

            Regozijai-vos em vez de chorar, quando apraz a Deus retirar um de seus filhos deste vale de misérias. Não é egoísmo desejar que ele fique, para sofrer convosco? Ah! essa dor se concebe entre os que não tem fé, e que vêem na morte a separação eterna. Mas vós, espíritas, sabeis que a alma vive melhor quando livre de seu invólucro corporal. Mães, vós sabeis que vossos filhos bem-aventurados estão perto de vós; sim, eles estão bem perto: seus corpos fluídicos vos envolvem, seus pensamentos vos protegem, vossa lembrança os inebria de contentamento; mas também as vossas dores sem razão os afligem, porque revela uma falta de fé e constituem uma revolta contra a vontade de Deus.

            Vós que compreendeis a vida espiritual, escutai as pulsações de vosso coração, chamando esses entes queridos. E se pedirdes a Deus para os abençoar, sentireis em vós mesmas a consolação poderosa que faz secarem as lágrimas, e essas aspirações sedutoras, que vos mostram o futuro prometido pelo soberano Senhor.

 

 

 

 

 
Joomla SEO by AceSEF